Contra a cultura do estupro

A violência contra a mulher é algo alarmante, muitas vezes a violência existe sem que ao menos a vítima tenha noção do que está acontecendo ou mesmo fique imune a denunciar.

A cultura do estupro se inicia desde a infância, onde a falta de respeito ao direito do outro a ter sua individualidade preservada e somente através de um grande trabalho focado na educação escolar é que poderemos, junto com a sociedade, minimizar e eliminar o risco de todas nós, mulheres passamos, todos os dias quando saímos de casa para trabalhar, estudar, ir ao médico, fazer compras, enfim, viver… sem falar daquelas que são violentadas dentro de suas próprias casas pois familiares que se sentem proprietários do corpo da mulher.

É interessante que alguns veículos de comunicação ensinam como a mulher deve se proteger (vejam os tópicos abaixo), mas nenhum ensina que devemos tratar esse problema na raiz, desde o início, evitando assim que estupradores surjam certos de que seguirão suas vidas de violência, sem punição do estado. Alguns destes homens são passíveis de reabilitação, outros possuem doença social onde sua convivência com a sociedade precisa ser controlada, para evitar que mais violência venha a ser construída.

 

1 – Antes de sair de casa, dê uma olhada na rua, veja o movimento, só saia se estiver seguro;
2 – Ao chegar em casa, verifique se não existem pessoas suspeitas lhe aguardando. De preferência de uma volta no quarteirão antes de parar o carro;
3 – Se tiver alguém em casa, peça pelo celular para que abram o portão, assim você passa menos tempo para estacionar o carro;
4 – Ao estacionar ou parar em cruzamentos, principalmente à noite, observe a presença de pessoas suspeitas nas proximidades;
5 – Em semáforos, faça uso dos espelhos retrovisores e observe pessoas e movimentos suspeitos;
6 – Procure manter o veículo engatado na primeira marcha e mantenha a distância do veículo da frente, para facilitar uma arrancada rápida em casos de emergência.

%d blogueiros gostam disto:
Pular para a barra de ferramentas